sábado, Março 31, 2007

Trouxinhas de pescada

Estas trouxinhas resultaram do facto de hoje pela manhã ter descongelado duas postas de pescada para cozer, pensando que almoçaria em casa. Como isso não aconteceu, fui obrigada a dar-lhes um outro destino. Comecei por pensar fazer um recheio de peixe, que utilizaria depois para fazer uma espécie de pasteis de massa tenra, a partir de uma rodelas de massa que comprei hoje no Corte Inglês. Porém, como a montagem dos pasteis não estava a decorrer muito bem, resolvi tentar este formato de trouxas, que resultou bastante bem.

Trouxinhas de pescada

Comecei por cozer a pescada. Deixei arrefecer e depois separei a polpa em lascas pequenas. Fiz um refogado com chalotas e azeite a que juntei a pescada quando as primeiras já tinham adquirido uma certa cor. Temperei com queijo ralado e manjericão picado. Aproveitei o recheio ainda estar quente para o colocar no centro das rodelas de massa, as quais tinha deixado à temperatura ambiente durante 2 a 3 horas. Moldei as trouxinhas com cuidado e levei ao forno em tabuleiro untado durante 10 a 15 minutos. Nota: a meio da cozedura coloquei um papel de alumínio por cima para evitar que ficassem com os bordos muitos torrados.

sábado, Março 24, 2007

Bolo mármore em tons de verde

Nalguns dos blogues que habitualmente consulto, encontrei umas receitas muito sugestivas de bolos feitos com espinafres. Resolvi aproveitar a ideia e fazer algumas alterações na anterior receita de Bolo Mármore e o resultado foi surpreendente, em termos visuais e gustativos. Mas como ando a reduzir as guloseimas ofereci-o, não sem antes o ter provado. Foi um sucesso!
Bolo mármore verde
2 chávenas almoçadeiras de farinha com fermento; 1/2 chávena de açúcar amarelo; 1/2 chávena de azeite; 4 ovos; 1/2 chávena de leite; 1 colher de chá de essência de baunilha; 2 colheres de sopa de espinafres cozidos e reduzidos a puré; raspa de 1/2 limão.
Comecei por misturar todos os ingredientes com excepção dos espinafres e da raspa de limão. Dividi a massa em duas partes e a uma delas juntei o puré de espinafres e a raspa de limão. Coloquei, alternadamente, camadas das duas massas numa forma rectangular de silicone. Levei ao forno durante cerca de 45 minutos. Nota: a quantidade de leite deve ser ajustada em função da consistência do creme.

sábado, Março 17, 2007

Entrada de morangos com queijo fresco

Acho que chegou o momento de começar a ter mais cuidado com aquilo que como, procurando reduzir no açúcar e nas gorduras. Este blogue expõe-me a críticas frequentes de familiares e amigos, que comentam não ser razoável eu preparar tanta comida, nomeadamente doces. Além, de não perceberem também onde é que eu arranjo tempo para realizar este tipo de actividades. Assim, como considero que existe alguma razão neste tipo de críticas mas ao mesmo tempo não gostaria de ser obrigada a encerrar 'A minha cozinha', vou tentar investir mais em receitas inofensivas, como esta que hoje preparei, inspirada num programa de culinária a que assisti na TVE.

Entrada de morangos com queijo fresco

Comecei por cortar os morangos em fatias, alternando-os com fatias finas de queijo fresco, baixo em gordura. À parte, preparei um molho com 2 morangos picados, cebolinho picado, azeite, vinagre de Jerez e um pouco de flor-de-sal. Coloquei depois este molho por cima dos morangos e do queijo.

Bolinhos do momento

O lanche, a meio da tarde, foi desde sempre um dos momentos em que em casa dos meus pais mais se investiu, em termos gustativos. Isto traduziu-se, ao longo dos anos, na presença constante de um bolo, ou de uma tarte ou de uns simples bolinhos, tudo logicamente preparado em casa. O que fez com que uma amiga nossa, ao permanecer uns dias em casa dos meus pais, tenha afirmado que a associava ao aroma de doces acabados de sair do forno. Estes bolinhos, que a minha mãe designou por 'bolinhos do momento', fizeram parte no último domingo do lanche e foram depois distribuídos, acondicionados em caixinhas, por alguns membros privilegiados da família. Que isto de comer doces já necessita de alguma moderação!

Bolinhos do momento

1 cálice de licor de cacau; 2 colheres de chá de canela; 4 ovos; 3 colheres de sopa de mel; 250 g de açúcar; 4 a 5 colheres de sopa de azeite; 6 colheres de sopa de leite; 1 colher de chá de essência de baunilha; farinha com fermento q.b.

Misturam-se bem todos os ingredientes, com excepção da farinha. Esta deverá ser adicionada no final, sendo a sua quantidade determinada pela consistência da massa, que deve ficar suficiente espessa de forma a permitir moldar pequenas bolas, as quais vão ao forno num tabuleiro polvilhado de farinha.

domingo, Março 11, 2007

Bolo de farinha de milho com queijo da Ilha de S.Jorge

Uma amiga deu-me umas receitas de bolo de fubá, com origem brasileira, que eu resolvi alterar e cujo resultado final, para o meu paladar, ficou bastante bom, realçando bastante o sabor forte do queijo.

Bolo de farinha de milho com queijo da Ilha de S. Jorge

1 1/2 chávena almoçadeira de farinha de milho (fina); 3 ovos; 1 chávena de queijo de S. Jorge ralado; 1/3 de chávena de açúcar mascavado; 2 colheres de chá de fermento em pó; 2 colheres de sopa de azeite; 2/3 de chávena de leite.

Bater bem todos os ingredientes. Colocar o creme numa forma de silicone e levar ao forno durante 30 minutos.

domingo, Março 04, 2007

Bolo mármore de chocolate e açafrão-das-índias

Para mim, cozinhar sem dar asas à imaginação não tem qualquer graça. Embora adore comprar livros e revistas de cozinha, na hora de colocar as mãos na massa não gosto muito de estar presa a receitas, a não ser naqueles pratos que exigem métodos de preparação mais delicados. Gosto de inventar e procurar novas ligações. Na verdade, o pior que pode acontecer, e às vezes acontece, é o produto final não ser de todo comestível! No que se refere a este bolo mármore apenas tenho a lamentar não ter adicionado um pouco de pimenta moída ao creme de chocolate, que penso poder resultar muito bem. Mas, quando me lembrei já era tarde! Ficará para a próxima.
Bolo mármore de chocolate e açafrão-das-índias

Misturei 1 1/2 chávena almoçadeira de farinha com fermento, 1/2 chávena de açúcar, 1/2 chávena de leite, 1/2 chávena de azeite, 4 ovos inteiros e 1 colher de chá de essência de baunilha. Depois de bem batidos estes ingredientes, dividi o creme em duas partes. À primeira adicionei 2 colheres de sopa de cacau amargo e à segunda 2 colheres de chá de açafrão-das-índias. NUma forma de silicone comecei por colocar o creme amarelo e depois o creme castanho. Com uma faca procurei misturar um pouco os dois cremes. Foi ao forno (200ºC) durante cerca de 35 minutos.

Este é um bolo com pouco açúcar, ideal para numa tarde de chuva, como a de hoje em Lisboa, acompanhar com uma boa chávena de chá verde.

Lasanha de salmão, alho-francês e cogumelos

O salmão é um peixe que, na minha opinião, necessita ser bem disfarçado para se tornar mais agradável. Por isso, decidi fazer esta lasanha, misturando o salmão ao alho-francês e aos cogumelos, não esquecendo evidentemente os outros ingredientes que fazem parte deste tipo de pratos.

Lasanha de salmão com alho-francês e cogumelos

Comecei por preparar um molho de tomate e um molho bechamel. Depois, cortei o alho-francês em rodelas muito fininhas, que fritei num pouco de azeite até amolecerem. À parte, cortei o salmão em cubos pequenos com cerca de 1 cm e temperei-os com sal.

Montei a lasanha num prato de ir ao forno, previamente untado com manteiga, colocando alternadamente camadas de massa, molho de tomate, salmão, alho-francês, cogumelos crus laminados de forma grosseira e molho bechamel. Terminei com uma camada do referido molho, que polvilhei abundantemente com queijo parmesão ralado. Levei ao forno durante 25 minutos.

Bolo de chocolate com Rum (microondas)


Depois do sucesso que obtive em Dezembro com um Bolo de Chocolate feito no microondas, resolvi agora experimentar uma outra receita que encontrei na revista Cuisine et Vins de France, nº 114, Feb/Mar. Entre as duas existem pequenas diferenças, não só nas quantidades dos ingredientes como também nos tempos de cozedura.
Bolo de chocolate e rum
150 g de chocolate negro amargo; 3 ovos; 125 g de açúcar em pó; 125 g de manteiga; 50 g de farinha; 2 colheres de sopa de rum; 2 colheres de sopa de noz mosacada ralada.
Cortar o chocolate aos bocadinhos e fazê-lo derreter, conjuntamente com a manteiga, em banho-maria ou no microondas. No final, misturar bem os dois ingredientes para obter um creme homogéneo. À parte, bater bem os ovos com o açúcar, misturando depois a farinha, o rum e o chocolate com a manteiga.
Colocar a mistura numa forma de silicone e levar a cozer no microondas durante 3 minutos a 750 W. Deixar repousar 3 minutos e ligar novamente o microondas outros 3 minutos. Por fim, deixar repousar 10 minutos antes de desenformar. Polvilhar com côco ralado e servir morno ou frio.